terça-feira, 14 de setembro de 2010

A minha aldeia

Gosto do campo. Gosto de saber que a qualquer momento posso ir passar uns dias a Cinfães ou a Vidago para espairecer e descansar do burburinho citadino de Matosinhos. Mas gosto apenas por uns dias. Depois começo a sentir falta do barulho e da correria. Dos sons próprios da cidade, de sentir a maresia, do wireless em todo o lado, das pastelarias cheias de gente. Sinto falta da luz própria da minha rua. No fundo, ela é a minha aldeia preferida.

4 comentários:

...Ju... disse...

eu, como estudante, moro numa cidade relativamente grande.... mas aos fins de semana, fujo sempre para casa dos papás: numa aldeia! e adoro, só que tb já não conseguia viver lá todo o ano!!!

S* disse...

Eu gosto de ir para a minha casa de família, que é apenas a dez minutos da minha casa... mas uma paz. :)

Rita disse...

E é tao bom termos assim um cantinho...*

Anónimo disse...

Apesar de adorar morar na cidade, também me sabe sempre tão bem ir a Cinfães, para estar junto dos miminhos da mamã :) Beijinhos S.V.