terça-feira, 14 de setembro de 2010

Cumplicidade masculina o tanas

















"Certa noite uma mulher não voltou para casa. No manhã seguinte, disse ao marido que tinha dormido em casa de uma amiga. O homem então telefonou para as 10 melhores amigas da mulher e... Nenhuma sabia de nada. Noutra noite um homem não voltou para casa. No dia seguinte, ele disse à esposa que tinha dormido em casa de um amigo. Ela telefonou para os 10 melhores amigos do marido e... Oito deles confirmaram que ele tinha passado a noite na casa deles e dois disseram que ele ainda lá estava.."

Já não posso ouvir esta. Tenho para mim que a cumplicidade masculina dura até à próxima noitada no tasco, até um piscar de olho ou então até a uma zanga entre comadres. Uma merda é quando nos vemos no sitio errado, à hora errada e temos que a custo optar entre o contar e o não contar, sendo que sabemos de antemão que das chatices já ninguém nos livra, ainda que não tenhamos nada a ver com o caso. Aconteceu-mo recentemente. Por uma série de factores optei por não contar. O desfecho foi o que devem imaginar. Com muita pena minha.

3 comentários:

...Ju... disse...

não deve ter sido bonito... :S

Suspiro do Norte disse...

Não foi querida. Acabei por perder uma amiga, o que lamento. Mas tive que optar, pensei que assim diminuiria a confusão dado que tb sou amiga dele. Perderia de qq das formas.

ZapporssoN_81 disse...

a mentira dá sempre mau resultado, sempre!