segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Da maternidade


A coisa mais chata da maternidade são os mitos, os recadinhos antigos e o histerismo à volta do bebé. O primeiro prémio vai para o cuidado com a cabeça. Logo na primeira semana, fiquei semi-histérica de tantas vezes que o ouvi. Lembro-me que um dia à noite desatei a chorar e pedi ao O. que tirasse o LCD da parede do quarto, não fosse batermos com a cabeça do menino lá. Nesse momento senti que bati no fundo com a paranóia alheia, e prometi não ligar mais. O segundo prémio vai para quem me atazana a paciência com o não posso dizer que o meu bebé quase só chora para comer, porque dá azar. Por favor. Não passar em frente a espelho também fica no pódio. Segundo reza a história atrasa a fala. Enfim entre tantos outros, tão dispensáveis, tão inconvenientes para quem, como eu, quer aprender/viver a maternidade o mais serenamente possível, sem histerismos ou exageros.

8 comentários:

...Ju... disse...

gente tolinha!
as intençoes podem ser boas, mas acredito que seja desesperante para uma recem-mama!

mari disse...

fogo é dose :S

a minha mãe e outras tias que tais também têm sempre algo a dizer às minhas primas recentes mães e eu não as consigo ouvir, bolas ...

**

Princesa M disse...

E aquela coisa de não se poder ficar atrás do bebé, ao pé da cabeça, quando ele está deitado, porque ele pode revirar os olhos para olhar para nós e depois isso faz com que fique com os olhos tortos?! Conheces esta? É verdade?

Suspiro do Norte disse...

Querida, conheço... mas honestamente nao sei.. ah ah.. prefiro nao arriscar... e é facil, ja que por nós passamos horas, em frente a ele, a admira-lo.. lolol.. coisas de mae babada.. :P

S* disse...

Tanta preocupação deve deixar uma mulher numa pilha de nervos!

Carla Sousa disse...

Devem ser as mesmas vozes que nos atazanam com as teorias para a mulher grávida. Ouvi tanta coisa. OMG
Segue o teu instinto... acho que é o melhor conselho.

Beijocas nossas*

XS disse...

Ouvidos de mercador!

Shiine * disse...

Não sabia que tinhas sido mãe, parabéns! No entanto, esses medos, creio serem totalmente normais numa recém mamã. Com o tempo, irás aprender a controlar a ansiedade, e a perceber quando realmente há perigo.