terça-feira, 10 de março de 2009

Ora toma

Hoje fui ao ginásio. Inacreditavelmente eu sei, mas a mais que não seja para calar as bocas de gozo e descrédito do sr meu marido que apostou que não iria. Fui após o trabalho e estou exausta. O meu corpo só pede banheira, massagens e cama. E cama e mais cama. De enervar as parvinhas que por lá se passeiam e discutem as cores das unhas, a noite do Porto, os calções do personal trainer. Cinco minutos de exercício, dez de conversa empoleiradas nas máquinas. Enfim. A registar o dez a zero que a minha mãe me deu. Uma força da natureza esta minha mãe.


4 comentários:

Ouriço disse...

O que mais me irrita no ginásio é mesmo isso - a conversa enjoativa dessas caramelas.
Aposto que usam roxo até à exaustão e que não largam o verniz encarnado...
bjs

Menina dos Olhos de Água disse...

Ah ah, a minha não é assim tão má.
A conversa centra-se mais nas hérnias, se tem ou não, dores no pescoço, nas costas etc e tal.


Beijocas

Lôra disse...

Amiga, estou contigo e não abro. Sorte a minha que o ginásio que frequento ninguém repera ninguém e niguém se preocupa com quem está do lado. Sorte a minha que, no horário que costumo ir (pela manhã), estão lá os velhotes e uns poucos desocupados (eu não, pq trabalho à tarde! hehehe). De resto, cada um com seu cada um.... Eu também comecei hoje e é para levar em frente, pois o corpinho pesado pede... Mais que não seja pela saúde física e mental. Agora também é para acabar a carta, pois papai vai precisar muito de mim e da família toda. A recuperação pode chegar aos 5 meses. Pesado.... Beijo, Magrela. Te amo muito. Já tenho muitas saudades...

Suspiro do Norte disse...

Bem, e não é que advinham..
É que mesmo tudo de roxinho a discutir o nome dos vernizes vermelhos.. Mesmo.. Ta visto que me compreendem..

Magrela coragem.. estou contigo!