quarta-feira, 26 de outubro de 2011

New soul

Por teimosia, aprendi que é horrível estar internada. Pior, quando grávidas assistimos e ouvimos a alguns procedimentos que antecedem o parto. Estive oito dias no Pedro Hispano. Oito. O meu menino lembrou-se que queria nascer às 33 semanas. Felizmente os médicos conseguiram demove-lo, e encheram-me de injecções para contrariar as contracções e para um desenvolvimento mais acelerado dos pulmões dele. Com 35 semanas, só lhe pedimos para se aguentar mais um pouco. Estamos cheios de mimo, cheios de receio também.  Se há quinze dias me dissessem que ia ter sonhos com hospitais, partos e toques provavelmente teria soltado uma gargalhada. Nunca neguei que temo esse momento, mas o aproximar da data carrega-nos de ansiedade. E depois sorrio. Com medo ou sem, está para breve e este rótulo de grávida de alto risco impossibilita-me de trabalhar a cem por cento, há duas semanas . Perdi a noção dos sermões que levei por julgarem que ponho o trabalho acima do meu menino. Como perdi a paciência para responder que uma coisa nada tem a ver com a outra. Com oito quilos em cima e pouca roupa que me sirva tenho o coração cheio de amor. Ansiosa por tê-lo comigo.

6 comentários:

voninha disse...

É evidente que o "pimpolho" está acima de tudo. Beijinho grande e que corra tudo muito bem são os meus votos. Uma "boa horinha" como dizem os nossos pais. :)

Summer disse...

Oh vai correr tudo bem prometo ;) beijao e n te esqueças de nos informar quando tiveres o teu bebé nos braços certooo ? =)***

mari disse...

espero que o príncipe espere para nascer na hora mais correcta ... bom descanso**

disse...

Que corra tudo maravilhosamente bem!

...Ju... disse...

são sermões um vocadinho egoístas! mas está quase e podes aproveitar o teu menino e aos poucos voltar ao teu ritmo sem rótulo!

Dina disse...

Vai tudo correr bem!