segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Ai sr. Amorim, sr. Amorim, assim também eu...

“Amorim não quer pagar. Mas era bom que aceitasse pagar o mínimo de imposto que se exige a todos”. E recordou: “Américo Amorim tornou-se o homem mais rico de Portugal com um empréstimo do BPN que não pagou, para agora comprar por 40 milhões de euros o banco a quem deve 1.600 milhões de euros. É tão fácil ser-se multimilionário em Portugal”, ironizou."

Franciso Louçã, num comicio em Lourosa.

4 comentários:

Sexy na Cidade disse...

e é assim que o nosso país anda para a frente...not!

Maria

Nokas disse...

Enfim...

mari disse...

realmente é muiiiito revoltante :(

Bomboca do Amor disse...

Lindo o comportamento deste senhor, de louvar!
Este homem devia enfiar a cabeça na areia com a avestruz e não sair de lá.
Beijinhos,
Bomboca do Amor.